Manoel Barbosa Campos

Viveu de 1904 a 1947. Inteligente, culto e calmo. Sua habilidade artística se expressava através da pintura, desenho, poesia, artesanato, mas sua maior paixão era a música, tocava violão, violino e sax.

Fazia suas composições musicais, incluindo aí a música do Hino da cidade. Seu gosto pela música ia do canto sertanejo e popular à música sacra. Maestro da Banda de Música e do Coral da Igreja, participava de todos os eventos religiosos e sociais da cidade.

Com a esposa Ana Campos (Rôxa) formava um dueto suave para cantar em aniversários e outros eventos especiais. Manoel Campos é Brotense memorável.

(Homenagem da filha Anaide Campos)